Assentamentos rurais e práticas ecológicas: uma análise em duas modalidades diferenciadas de assentamento

Antonio Wagner Pereira Lopes, Maristela Simões do Carmo, Sonia Maria Pessoa Pereira Bergamasco, Vera Lucia Silveira Botta Ferrante

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar a existência e/ou a possibilidade de se adotar práticas agrícolas ecológicas por grupos de assentados da região de Araraquara e de Ribeirão Preto. Buscou-se discutir a perspectiva de um novo paradigma de produção, que venha substituir moldes comumente encontrados na produção da agricultura familiar, e a possibilidade de ações expressas em sinais voltados à Agroecologia. O objetivo deste trabalho foi realizar uma caracterização no tocante à produção, à relação com os recursos naturais e à dimensão ambiental – discutindo, através dos mesmos, perspectivas de desenvolvimento rural para os assentamentos, em modalidades distintas de assentamento: um PA e um PDS. Metodologia: foram realizadas inúmeras visitas a campo, com intuito de melhor conhecer o modo de vida dos grupos dos assentados, registros fotográficos e aplicação de 50 questionários – 31 no assentamento Bela Vista do Chibarro e 19 no assentamento Sepé Tiarajú, além de entrevistas com lideranças e dirigentes.

Palavras-chave


Agroecologia; Grupos de produção; Sistemas agrícolas; Assentamentos rurais;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-1736