Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Revista on line de Política e Gestão Educacional (RPGE) é uma publicação quadrimestral ( a partir de 2016) do Departamento de Ciências da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar, da Faculdade de Ciências e Letras – FCLAr/Unesp. Tem entre seus colaboradores alunos e professores de Instituições de Ensino Superior, orientandos e pesquisadores de graduação, mestrado e doutorado, e um conjunto de profissionais que atuam na área da Educação e áreas afins como outros profissionais dos diferentes níveis de ensino e atividades educacionais, terapeutas ocupacionais, psicólogos, psicopedagogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais entre outros. Toda parte executiva da RPGE está sob a responsabilidade da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP, no Campus de Araraquara.

O campo principal de análise é a Educação no sentido amplo, em sua dimensão política e em sua dimensão de Gestão. São áreas de grande espectro para que se possa apresentar reflexões e debates em diversos âmbitos de abrangência, uma vez que esta área envolve grande complexidade e, por isso, grande dificuldade para sua compreensão ampla. Os diferentes profissionais e instituições citados estão aptos a enviar textos para análise, desde que sejam pesquisadores, com titulação mínima equivalente ao Mestrado. Serão aceitas propostas de alunos de graduação (com seus respectivos orientadores com titulação mínima de Mestre) e de Programas de Mestrado e Doutorado desde que acompanhados de seus orientadores. Ao enviar o manuscrito, o autor deve inserir o(s) coautor(es) responsabilizando-se por informar as respectivas titulação, URL do Lattes, ORCID, filiação institucional e resumo da biografia. O manuscrito não será aceito caso o cadastro do autor e dos coautores não estejam completos.

A Revista Revista on line de Política e Gestão Educacional (RPGE) tem seu foco na Educação, na Política Educacional e na Gestão e trata, nesse âmbito de discussão, de outros temas, como:

Ciências da Educação e seus conceitos;

Filosofia e Historiografia da Educação;

Política e Gestão de Unidades Educacionais;

Políticas Públicas e Educação

Pesquisa e Avaliação;

Avaliação Educacional e de Aprendizagem

Inovações Tecnológicas voltadas para a Educação;

Formação do Educador, Trabalho Docente e Práticas Pedagógicas;

Educação Sexual, Gênero e Valores;

Escola Inclusiva e Educação Especial;

Educação Básica;

Educação Profissional e Técnica;

Educação de Jovens e Adultos;

Educação Superior; e

Educação Comparada

Padrões de Internacionalização.

 

A Revista on line de Política e Gestão Educacional (RPGE) apoia e incentiva a organização de números especiais sobre temas específicos e/ou circunstanciais em Educação, sendo que os volumes deverão conter entre 12 e 18 artigos. Neste caso, o organizador poderá enviar o volume proposto diretamente para o e-mail da revista.

Os trabalhos publicados são de responsabilidade dos respectivos autores e não significa que a revista apoia ou concorde tal linha de pensamento e argumentação, porém não restringe a liberdade de manifestação do pensamento científico e a divulgação da produção acadêmica e intelectual. As informações para autores ou normas para publicação estão disponíveis no site da revista.

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos submetidos à Revista on line de Política e Gestão Educacional  serão avaliados por membros do Conselho Editorial  e por pareceristas convidados ad hoc. O processo de avaliação por pares é às cegas preservando a identidade tanto dos autores e suas afiliações quanto dos avaliadores.

Os artigos serão encaminhados a Equipe Editorial, sendo a primeira avaliação nos seguintes itens: formatação, normas ABNT, figuras, imagens, quadras e respectivas fontes, verificação dos resumos, números de páginas; em seguida, ao editor para triagem e avaliação preliminar quanto a cientificidade, clareza, inovação e ineditismo. Posteriormente, serão distribuídos a pareceristas respeitando a adequação entre o tema tratado e a área de conhecimento do especialista.

Todos os textos são submetidos à avaliação de, no mínimo, dois pareceristas em um processo cego, no qual os trabalhos são analisados em relação aos seguintes aspectos: adequação do título ao conteúdo; estrutura interna do artigo; clareza e pertinência dos objetivos; metodologia consistente que suporte as análises propostas; resultados e discussão que tragam contribuição científica – abordagem inovadora, visão crítica, reflexiva ou criativa, avanço para o conhecimento –; citações e referências adequadas às normas técnicas adotadas pela revista; e pertinência à linha editorial da publicação.

Os pareceristas preenchem formulário padrão com opções já determinadas, no qual existe um campo aberto para a justificativa da decisão final aceitando, recusando ou recomendando correções e/ou adequações necessárias aos artigos. Esse processo de avaliação inicial dura, em média, três meses.

No caso de solicitação de alterações, o artigo poderá ser reencaminhado para nova avaliação. Alterações ortográficas e gramaticais na língua do artigo, bem como resumos e títulos em língua inglesa e espanhola serão de responsabilidade do(s) autor(es). Não serão admitidos acréscimos ou modificações após aprovação da revisão final. Os artigos ficam então disponíveis para publicação em ordem de protocolo.

 

 

Periodicidade

A Revista on line de Política e Gestão Educacional é uma publicação quadrimestral ( a partir de 2016).  

 

Política de Acesso Livre

A Revista on line de Política e Gestão Educacional não cobra taxa de submissão para autores e oferece acesso livre ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público em geral proporciona maior democratização de acesso à informação, condição para que os cidadãos aprimorem o exercício da liberdade de escolha a partir de seus interesses e acima deles.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Indexações, Bases de Dados, Associações, Bibliotecas

           

        

     

 

 

 

 

Qualis/CAPES (Avaliação)/Evaluation (2013-2016)

 

Critérios para organização de dossiê / Dossier criteria for organization

Os dossiês são edições organizadas por convidados, pesquisadores e professores. Na organização dos dossiês, os mesmos serão observados quanto ao caráter interinstitucional e abordar temáticas de relevância para a área distinta e especificada ao Foco e Escopo da revista. O objetivo do dossiê é ampliar o debate acadêmico, fomentar intercâmbios de pesquisa e/ou adensar as experiências formativas em investigação e/ou ensino com a comunidade científica nacional e internacional.

Os custos do dossiê: layout/capa, traduções espanhol e inglês; revisão português, espanhol e inglês e demais despesas serão de responsabilidade do(s) organizador(es).

A avaliação da proposta de dossiê acontece em duas etapas:

Primeiramente, o(s) proponente(s) deve(m) enviar a ementa do dossiê, com nome e identificação institucional dos proponentes (três, no máximo, e preferencialmente um deles com título de doutor), bem como com os títulos dos trabalhos, autores e filiação institucional (Instituição, departamento e programa de pós-graduação). Os autores devem seguir as normas das diretrizes para submissão. Os organizadores serão responsáveis pelo envio do material nas etapas.

Diretrizes para autores e normas de submissão: <https://drive.google.com/file/d/0BzovWTVOzv5GVHJPT1l0NVczcGc/view>.

Modelo padrão/template do artigo para download: <https://drive.google.com/file/d/0BzovWTVOzv5GeE5idlRKTzFmS2M/view>.

 

Somente serão aceitos artigos com no máximo 3(três autores) graduandos, mestrandos e doutorandos acompanhados por um professor doutor/orientador.

Os organizadores são responsáveis por enviar a Apresentação/Prefácio do Dossiê em Português, Espanhol e inglês. (A revista possui equipe externa de revisão e tradução para o espanhol e inglês; revisão em português, formatação e normalização).

Os artigos devem conter no máximo 15 páginas, incluindo as referências. As referências não poderão ultrapassar 1/3 da quantidade dos parágrafos do artigo. O resumo no máximo 250 palavras ou dez (10) linhas com cinco (05) palavras-chave separadas por ponto. Normas ABNT.

Os organizadores serão responsáveis por submeter todos os artigos na plataforma (obrigatório constar todos os dados dos autores, como telefone, e-mail individual, filiação institucional, departamento, país, ORCID, Link/URL do Lattes/CNPq). Ao submeter os artigos, devem submeter as declarações de originalidade e de autoria assinados e com o RG e CPD digitalizado e assinadas); Ao submeter os artigos, devem ter atenção de preencher corretamente o Título em caixa baixa, palavras-chave separadas por ponto, e as referências no campo próprio da plataforma SEER/OJS de submissão).

 

Nesta primeira etapa, os artigos completos não devem ser apresentados.

A proposta do dossiê deve obrigatoriamente conter:

 

1. Breve ementa do Dossiê.


2. Relevância da temática proposta para o campo da área da revista – Foco e Escopo.

3. Eixo temático do Dossiê: Deve ser observado o fato de que os trabalhos devem ter como eixo principal um tema bem definido proposto por um organizador.

4. Nome de cada artigo e autores - nomes completos e filiação institucional: os artigos devem ser de autoria de pesquisadores de instituições que não se repitam no mesmo dossiê (instituições diferentes).  O dossiê deve conter entre 8 (mínimo) e 12 (máximo) artigos. 

5. Responsável (eis) pelo Dossiê - nome, instituição e e-mail. O dossiê pode ser proposto por até três pessoas, sendo que, no mínimo, um deles devem ter o título de Doutorado. Cabe ao responsável enviar a proposta do Dossiê também para o e-mail da revista. 

Após a primeira fase, caso seja aprovada a proposta de dossiê, os artigos completos que compõem o dossiê devem ser inseridos na plataforma online da revista e  entrarão em avaliação por pareceristas, seguindo o procedimento usual da revista, ou seja, duplo-cego, no mínimo. O(s) organizador(es) será(ão) responsável(eis) pela execução de todo o trabalho e gestão dos artigos do dossiê.

É condição para a submissão dos artigos do dossiê para avaliação

1. Seguir as normas de publicações e padronização bibliográfica (referências e citações);

2. Que as submissões dos trabalhos que comporão o Dossiê sejam registradas diretamente no sistema, conforme orientações em: Submissão Online. Também deverá ser enviada copias dos artigos com e sem identificação por e-mail. Além de tudo, cada autor deve preencher os termos da "Declaração de Originalidade" constante no link: Declaração de Originalidade e Declaração de Autoria (e ordem dos autores)


A referida declaração deve ser enviada digitalizada com as respectivas assinaturas, cópias do RG e CPF para o e-mail da revista e ser anexada nos metadados no momento da submissão dos artigos.

Para que o trabalho seja identificado no sistema de submissão, no campo título do metadados ou no campo informações/comunicado para o editor, inicialmente ao título coloque a palavra Dossiê seguido (undeline) do primeiro nome do Responsável e o título de cada trabalho.
Exemplo:

 

Exemplo:

Dossiê_Responsável_Título:

Dossiês_Raquel_As diferenças de cada aluno no seu desenvolvimento acadêmico

 

Todos os artigos, apresentações serão obrigatoriamente revisados, editorados no processo final pela equipe interna e externa da revista.

 

Informações: rpge.contato@gmail.com